Vacinação contra a Covid-19 continua a todo vapor em Piraí do Sul


Centro Municipal de Vacinação está atendendo em horário estendido e acumulando recordes diários em números de vacinas aplicadas

 

Somando as vacinas de rotina, da gripe e da COVID-19 somente nesta segunda e terça-feira (19 e 20) mais de 1000 doses de imunibiológicos foram aplicadas num público das mais variadas faixas etárias.

Somente da vacina contra a COVID-19 foram 785 doses aplicadas, conforme quadro abaixo:

 

 

Desde o início da campanha de vacinação contra a COVID-19 no dia 19/01/2021 até o dia 20/04/2021 foram imunizadas 3355 pessoas com a 1.a dose e 1146 pessoas com a 2.a dose, num total de 4501 doses aplicadas.

Até o momento, o município de Piraí do Sul vacinou 13,26% da população com a 1.a dose, porcentagem superior a do estado do Paraná que está em 12,7%.

O município recebeu 3412 doses de primeira dose e 2232 doses de segunda dose, num total de 5644 doses das quais restam 57 de primeira dose e 1086 de segunda dose. Esse saldo de vacinas de segunda dose é significativo porque foram recebidas no dia 19 de abril e já estão reservadas as doses para o mutirão no sistema drive thru marcado para sábado dia 24/04/2021.

Para o Secretário Municipal de Saúde, Julio Sandrini, a equipe de profissionais do Centro Municipal de Vacinação vem dando um verdadeiro show de profissionalismo e compromisso com o trabalho.

“Estão trabalhando muito, imunizando de 400 a 500 pessoas por dia, num esforço muito grande para levar com alegria e disposição uma dose de esperança, segurança e saúde à população piraiense, quase como uma verdadeira “máquina de vacinar” elevando a um outro patamar o serviço de imunização no município” declara o Secretário.

Para a Chefe do Serviço de Vigilância em Saúde do município, Nádia Gonçalves, o setor passa por um excelente momento em todos os sentidos. Com a centralização da vacina num único local foi possível equipar melhor os ambientes com a aquisição de novas câmaras de refrigeração específicas para conservação de imunobiológicos, as quais conservam a temperatura do equipamento por até 72 horas sem energia elétrica além de enviar automaticamente mensagem no celular da pessoa responsável quando há queda ou falta de energia.

“Sonhamos com isso há muito tempo e hoje é uma realidade poder trabalhar com mais recursos, mais segurança, reconhecimento e principalmente apoio da gestão”, relata Nádia.

A enfermeira responsável pelo Centro de Vacinação, Francine Sandrini da Silva, relata que “todo o esforço vale a pena e o resultado positivo é apenas consequência do trabalho bem feito, com compromisso e exercício profissional vocacionado”.

O Centro Municipal de Vacinação está localizado à Rua Julieta Veiga Queiroz – 250 ao lado do Hospital Santo Antônio – telefone 3237-1665.


Categorias: Saúde,