Unidade Sentinela Hospital Municipal Santo Antônio inicia atividades


A Unidade Sentinela na área externa do Hospital Municipal Santo Antonio recebeu novos equipamentos de proteção individual (EPI’s) e equipamentos para auxílio nos diagnósticos ao Coronavírus — Covid-19.

A Unidade Sentinela montada na área externa do Hospital Municipal Santo Antônio iniciou as atividades na manhã dessa segunda-feira dia 20 de abril de 2020 e já atendeu quase a mesma quantidade de pacientes atendidos durante os 10 dias em que essa unidade estava na UBS Central.

Do total de pacientes sintomáticos respiratórios atendidos na segunda, dia 20 de abril, todos encaminhados de outras UBS’s para a Unidade Sentinela, 3 foram encaminhados para isolamento domiciliar sendo acompanhados pela equipe de saúde da área de residência desses pacientes.

RECEBIMENTO DE NOVOS EPI’s

O secretário de Saúde de Piraí do Sul, Júlio Sandrini, entregou para equipe responsável pela organização dos atendimentos de casos suspeitos de COVID-19 no hospital, novos equipamentos de proteção individual (EPI’s) e equipamentos para auxílio nos diagnósticos. “Entre esses equipamentos, um Termômetro Digital Infravermelho com Mira Laser aplicável a medição de testa. A temperatura do termômetro mede o corpo através da recolha de radiação de calor que emitem pela testa. É simplesmente operacional, higiênico e de alta precisão. Os usuários podem obter leitura precisa dentro de 1 segundo por um toque.”, explica o secretário.

Além do termômetro, foram entregues também uma câmera infravermelha, álcool gel, luvas nitrílicas, máscara facial completa, macacões especiais para uso pela equipe no atendimento de pacientes mais graves que necessitarem de coleta de material para exames e/ou preparação para serem entubados e encaminhados para hospitais de referência para internamento em Unidade de terapia Intensiva (UTI)

Segundo o secretário a Saúde de Piraí do Sul, vem realizando seu trabalho de prevenção e enfrentamento ao coronavírus. “A secretaria municipal de saúde vem se empenhando em proporcionar a segurança necessária aos profissionais que se encontram na linha de frente ao combate da disseminação desse vírus no município e no atendimento dos pacientes sintomáticos respiratórios que buscam os serviços de saúde.”, revela o Julio Sandrini.

 

FAKE NEWS

Muitas “Fake News” vem sendo disseminadas pelas redes sociais e causam pânico e medo nas pessoas, por isso deve-se checar a fonte antes de compartilhar. “Peço mais uma vez às pessoas que evitem disseminar notícias falsas que circulam na Internet, especialmente nas redes sociais. As notícias que devem ser levadas em consideração são aquelas vinculadas através dos órgãos oficiais ao nível federal, estadual e municipal.”, salienta o secretário.

Ele destaca que o cidadão ao compartilhar notícias falsas, como, por exemplo um áudio sem nenhuma procedência oficial recomendando para não usar máscaras procedentes da China, a população não contribui em nada com os profissionais de saúde que trabalham incansavelmente na proteção desta mesma população que tem esse tipo de atitude. “Ao receber uma mensagem desse tipo em seu celular, a melhor atitude a tomar é apagar a mensagem e recomendar para o seu contato que encaminhou a mensagem que faça o mesmo ao receber mensagens como essas.”, orienta o Julio Sandrini.


Categorias: Saúde,