Pandemia COVID-19, só os bons hábitos podem conter o crescimento


Trabalho de prevenção e conscientização deve ser intensificado para combater o contágio da COVID-19 no município.

O Comitê Municipal de Gerenciamento de Crise da Prefeitura de Piraí do Sul, fez reunião de trabalho na última terça-feira, dia 24 de novembro. O encontro contou com a presença de representantes da sociedade e autoridades que analisaram os últimos números da COVID-19 no município.

O último boletim de 23 de novembro, mostra que Piraí do Sul tem 39 casos ativos, 319 casos confirmados, 280 recuperados. Já em isolamento domiciliar tem 22 casos. Quantos aos internados os números são 5 na enfermaria e 2 na UTI. Em relação aos óbitos ocorreram 9 confirmados e um, a confirmar. Outros dados apresentados mostram que a equipe da Secretaria de Saúde está monitorando 67 pacientes com suspeita de contaminação dos quais 2 se encontram internados em casa hospitalar.

O número de casos vem aumentando em larga escala no município, especialmente nos pós-feriados prolongados. Uma questão apresentada pelo Secretário Municipal de Saúde, Julio Sandrini, é que a maioria das contaminações tem ocorrido dentro de casa, com transmissão no próprio núcleo familiar. “O rastreamento dos casos tem mostrado essa contaminação doméstica. Isso acontece por um relaxamento nos cuidados necessários para evitar o contágio, principalmente entre os mais jovens que acabam sendo vetores do vírus. São jovens assintomáticos que acabam contaminando algum familiar dentro de casa. Por isso, é importante redobrar os cuidados de prevenção a exemplo do uso de água e sabão para higienizar as mãos, tirar os sapatos para entrar em casa, cuidados ao espirrar ou tossir, o uso compartilhado de copo e outros utensílios em casa que devem ser devidamente higienizados”, relata o Secretário Júlio Sandrini.

Ele aponta que os números crescem dia a dia e só podem ser parados se as pessoas tomarem consciência de que o vírus está circulando comunitariamente no município e que os cuidados de higiene devem ser redobrados. Não adianta fecharmos o comércio, cultos e outros lugares, se as pessoas não mudarem seus hábitos. Até mesmo, porquê os bons comerciantes têm cumprido corretamente as normas. É preciso que o cidadão mude seu hábito. As pessoas precisam se conscientizar que as coisas mudaram no convívio social, assim, compartilhar o cigarro, o copo, a cuia de chimarrão entre outros costumes sociais, só ajudam o vírus a avançar. É necessário rever nosso jeito de se comportar socialmente para que juntos possamos melhorar nossos indicadores”, comenta o secretário.

O médico do Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA, Dr. Cidcley da Silva Milléo, explicou na reunião que desde a implantação do centro em agosto até o momento foram atendidos, 1469 pacientes. Foram feitas 624 coletas sendo que 208 foram positivos e 416 negativo e foram internados 90 pacientes.

Um procedimento que tem salvado vidas é a realização da oximetria doméstica.”A oximetria é o procedimento utilizado para medir a quantidade de oxigênio que está sendo transportado no sangue através de um pequeno aparelho chamado oxímetro. É um procedimento bastante simples porém extremamente eficaz para detectar um problema frequente e muito grave que é a hipoxemia silenciosa, que é quando há uma deficiência e oxigenação no sangue sem o paciente sentir falta de ar”, explica o secretário Sandrini.

Ele destaca que no município o programa atendeu até o momento 60 pacientes e destes 12 apresentaram hipoxemia silenciosa e precisaram de internamento, sendo que 8 necessitaram de enfermaria e 4 de UTI.

O monitoramento é feito duas vezes ao dia, inclusive finais de semana via whatsapp. Caso o paciente apresente insaturação é solicitado a vinda o paciente até o hospital para uma avaliação mais detalhada e um possível atendimento”, descreve a enfermeira Giovana Simões responsável pelo monitoramento.

O Comitê decidiu na reunião de hoje entre outras coisas que se faça uma campanha de conscientização para que a comunidade possa entender a gravidade do momento e que a prevenção é o melhor caminho.

A equipe de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde irá desenvolver uma metodologia para atingir o maior número de pessoas para que ao conhecer os riscos de contágio possa mudar seus hábitos de higiene relacionamento social.


Categorias: Saúde,