Educação

Proerd forma mais 310 alunos em Piraí do Sul Imprimir

proerddsc_0257Pelo terceiro ano consecutivo, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) formou alunos do 5º ano da rede municipal de ensino. O programa acontece devido à parceria entre a prefeitura municipal de Piraí do Sul e a Polícia Militar e prepara os alunos para diversas situações, principalmente reforça o sentido de resistência diante das drogas. Através da formação com os policiais, o objetivo é melhorar a segurança, a educação e a saúde no ambiente escolar e no familiar.

 

“Com ações conjuntas e de forma pedagógica, como o Proerd, é possível defender os alunos das drogas e da violência. Estou imensamente satisfeito em poder ter implantado o programa em nosso município nesta minha gestão. Gostaria de ressaltar a importância do programa, em que ajuda as famílias a orientar as crianças sobre a questão das drogas como o cigarro e a bebida alcoólica, que trazem sérios problemas para o meio familiar”, destacou o prefeito municipal, Valentim Zanello Milléo.

 

Essa foi a terceira turma de alunos formada no município, um total de 956 alunos. A formatura é a última lição do programa e todos formandos fazem o juramento Proerd perante a comunidade e os pais. Além disso, todos os alunos do Proerd fizeram uma redação sobre o que foi visto em sala de aula e as melhores redações (uma de cada escola) foram premiadas.

 

Clique aqui para ver mais fotos

 
 
Administração municipal reabre antigo ginásio Imprimir

abertura_dsc0183Na tarde de sexta-feira (29), a administração municipal de Piraí do Sul reabriu o prédio conhecido como antigo supletivo ou antigo ginásio, um local de muita importância para os piraienses, que reúne recordações e histórias de diferentes épocas. Inaugurado como “Edifício Francisco Miró”, depois de anos de inutilização, o prédio receberá novas instalações da secretaria municipal de Educação, o Centro de Apoio Educacional e a “Sala Rubem Duarte”, uma homenagem ao professor que tanto contribuiu para o ensino e formação de muitos cidadãos piraienses.

 

Com a instalação do Centro de Apoio Educacional será desenvolvido o Programa de Apoio à Educação, ação que oportuniza melhorias na aprendizagem e integração social, com a promoção do contraturno escolar/social que receberá de início entre 80 a 100 crianças que estejam em situação de vulnerabilidade social. Também serão realizadas aulas de reforço escolar, recreação, atividades culturais e esportivas. Além disso, a Educação já estuda um projeto de ampliação do número de alunos do contraturno, pois o local onde se encontrava a secretaria de Educação passará por reformas.

 

Sala Rubem Duarte

O querido professor de educação física Rubem Duarte, aos 99 anos, participou da cerimônia de reabertura do prédio. Muito emocionado, relembrou de momentos e detalhes que fizeram parte da sua história, do mesmo modo, foi recebido por pessoas que também têm sua história marcada por ele. “Eu posso dizer que não esperava uma recepção como essa. Revendo as pessoas que foram meus alunos e que hoje são professores. É uma grande satisfação estar no meio desse pessoal que durante muito tempo estive à frente da sua formação. Para mim é indescritível a emoção que eu sinto”, revelou.

 

A sala da homenagem, inaugurada como “Sala Rubem Duarte”, é a mesma que ele utilizava na época de professor. Ao abri-la, Rubem se deparou com fotos, documentos e outros materiais que o emocionaram muito. “Muito obrigado por essa manifestação de apoio e apreço à minha pessoa. Francamente eu não merecia uma manifestação como essa, porque aquilo que eu fiz foi justamente o cumprimento do meu dever como professor, e além disso, fazer jus àquilo que eu me comprometi quando cheguei a Piraí, ser útil na coletividade”, disse.

 

Ao comentar seu retorno ao prédio depois de muitos anos, ele destacou mais uma vez a emoção e agradeceu a todos. “É indescritível. Não posso dizer aquilo que realmente sinto, porque ultrapassa a minha expectativa. Isso para mim é uma coisa inédita, eu não sei como as pessoas se recordam e manifestam a sua satisfação em me ver. Eu fico muito orgulhoso por isso, é uma recompensa que a gente tem do que fez durante tempos atrás, muito obrigado”.

 

Clique aqui e veja mais fotos do evento


Histórico do “Edifício Francisco Miró”

Com a ajuda de alguns cidadãos piraienses e outras fontes de pesquisa, a prefeitura de Piraí do Sul realizou um levantamento sobre o prédio, elencando sua utilização ao longo dos anos, desde sua construção. Primeiramente, de 18 de fevereiro de 1928 a 22 de abril de 1946 abrigou o Grupo Escolar de Villa Pirahy. De 23 de abril de 1946 a 30 de dezembro de 1952 funcionou o Grupo Escolar Leandro Manoel da Costa. De 31 de dezembro de 1952 a 24 de setembro de 1959 o Ginásio Estadual de Piraí do Sul. De 25 de setembro de 1959 a 21 de dezembro de 1965 passou a ser Ginásio Estadual Jorge Queiroz Netto. A partir de 22 de dezembro de 1965 até 12 de dezembro de 1976, Colégio Estadual Jorge Queiroz Netto. De 01 de março de 1978 a 24 de janeiro de 1995, sediou o Colégio Francisco Miró – Supletivo. Por fim, de 10 de agosto de 1988 a 23 de abril de 1995 abrigou a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), permanecendo inutilizado desde então.

 

Francisco Joppert Miró

Engenheiro agrônomo, servidor público federal, nascido em 01 de abril de 1909 em Curitiba, filho de Hercilio Miró e Maria da Luz Miró, casou-se com Zelinda Bindo Miró, constituiu família e residência em Piraí do Sul onde trabalhou e viveu a maior parte de sua vida. Tiveram dois filhos: Nanci, que se casou com Francisco Duilio Cioffi, pelos quais, os netos Marcus Vinicius, Marcelo e Mauricio; e Francisco Miró Jr., que se casou com Maria Tereza Martins Miró e dessa união os netos Christiane, Lisiane e Francisco Miró Neto. Homem dinâmico, empreendedor, dedicado ao trabalho no Ministério da Agricultura, especialmente na área denominada hoje FLONA – Floresta Nacional de Piraí do Sul/PR, situada no Bairro Remonta, onde obteve destaque como diretor administrativo construindo escritório, depósito, residências, viveiros florestais e escolas para crianças dos trabalhadores. Visionário, criou o Sindicato Rural Patronal de Piraí do Sul, até hoje estabelecido em nossa cidade e promovendo apoio e benefícios aos produtores rurais. Atuante, como diretor do Clube Piraiense, participou de inúmeros eventos de ordem social nesta cidade. Faleceu em Piraí do Sul em 28 de agosto de 1976 onde está sepultado, concretizando uma vida exemplar de amor, dedicação e trabalho à esta terra que o acolheu.

 

Rubem Duarte

Nasceu em 30 de julho de 1916 em Apiai (SP). Filho de Augusto Barbosa Duarte e Joana Dias Batista. Casado com Maria Livina Oliveira Duarte, desta união teve três filhas Celina, Celissa e Celita. Morou nas cidades de Apiai, Itapetininga, Itapeva, Itararé, Sengés, Piraí do Sul, Três lagoas e atualmente reside em Ponta Grossa. Veio residir em nosso município no ano de 1941. Exerceu as profissões de sapateiro, motorista de caminhão, transportando combustível para o DER, fez parte do Exército Brasileiro por cinco anos, saindo como 3º Sargento e professor de educação física. Exerceu ainda em nossa cidade as atividades de: subgerente do Armazém Brasil, subgerente do Depósito de Bebidas Brasil, gerente da Rádio Piraí do Sul, gerente industrial da fábrica de pasta mecânica, Fazenda Fortaleza. Foi membro do Clube Piraiense e 13 de Maio. Exerceu a função de juiz de paz. Em Piraí do Sul professor Rubem Duarte trabalhou na Sapataria do Senhor Pedro Simões, Armazém Brasil, Deposito de Bebidas Brasil, Cine Imperial, Restaurante Gralha Azul. Em 1961 iniciou sua carreira de professor no Ginásio Estadual Jorge Queiroz Netto, tendo como diretor na época o Professor Evaristo Avais. Lecionou aulas de educação física, no Colégio Jorge Queiroz Netto, Escola Normal Regional, escola Normal Estadual, Colégio Santa Marcelina. Professor Rubem Duarte fazia anualmente cursos de atualização a aperfeiçoamento em Ponta Grossa e Curitiba. Em 1983 aposentou-se do cargo de professor, tendo como diretor na época, o professor Daniel Pedro Scaramella. Foi introdutor das modalidades de basquete e voleibol no nosso município. No ano de 1986 recebeu o Título de Cidadão Honorário de Piraí do Sul, concedido na época pelo prefeito municipal Marcelo Zanello Milleo e pelo presidente da Câmara Municipal, Nicodemos José Moreira. O projeto de lei que concedeu a honraria de cidadão piraiense foi de autoria do vereador Joaquim Lucindo Moreira (Pito).