Educação

CECANE do Paraná faz visita técnica para a alimentação escolar de Piraí do Sul Imprimir

O Núcleo de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação de Piraí do Sul recepcionou, entre os dias 17 e 19 de abril de 2017, a equipe do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE). Uma unidade do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na Universidade Federal do Paraná/PR.


O CECANE PR tem como objetivo o desenvolvimento de ações no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), de modo a contribuir com a efetivação da política de Segurança Alimentar e Nutricional nas escolas dos municípios paranaenses. A equipe do CECANE PR foi constituída pelas nutricionistas Aline Rocha Rodrigues, Nathalia Ramos Camargo e Fernanda Manera.


A visita técnica, que durou três dias, abrangeu reuniões com setores envolvidos direta ou indiretamente com a alimentação escolar de Piraí do Sul, dentre os quais a EMATER, o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e as Secretarias Municipais de Saúde (incluindo a Vigilância Sanitária) e de Agricultura e Abastecimento.


Foram visitados o Setor de Contabilidade da Prefeitura, o Depósito de Alimentos da Merenda Escolar e cinco escolas/CMEI: Escolas Municipais Padre Anchieta e Marechal Deodoro da Fonseca (ambas na área rural); Pirahy, Nadir Mainardes Carneiro e o CMEI Cecília F. Barbosa (na área urbana).


No último dia do encontro, a equipe do CECANE PR apresentou um relatório técnico com orientações sobre a execução de PNAE, baseadas na Resolução/CD/FNDE N. 26, de 17 de junho de 2013, e sobre boas práticas em serviços de alimentação para garantia da qualidade das condições higiênico-sanitárias das refeições, conforme preconizado pela Resolução/RDC/ANVISA N. 216, de 15 de setembro de 2004. Discutiu-se, por fim, um plano de ação para o desenvolvimento de estratégias que permitam aprimorar a execução do PNAE no município.

 
 
Secretaria de Educação sedia oficina de Páscoa Imprimir

oficinapascoa

O Núcleo de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) de Piraí do Sul – órgão integrado ao Setor Administrativo da SEDUC – organizou, nesta última segunda-feira (10/04), a Oficina da Páscoa, para funcionárias que atuam na produção de refeições nas escolas e CMEIs (Centro Municipal de Educação Infantil) do município.

 


A oficina contou com a presença de 23 participantes que foram divididos em duas turmas, no período noturno, nas dependências da Escola Pirahy (situada na região central da cidade). Estiveram presentes representantes das Escolas Municipais Pirahy, Lucília Penteado de Araújo, Maria Flora Scaramella Moreira, Jorge Rivadávia Vargas, Odette Scaramella de Luca, Padre Anchieta, Pedro Solek, João Batista Veiga, D. Pedro I, Rui Barbosa, Marechal Deodoro da Fonseca, dos CMEIs Cecília F. Barbosa e Cacilda Born Alves e da APAE.


Na oficina, foi desenvolvida uma dinâmica de grupo onde se refletiu sobre a importância da Páscoa. Também foram discutidas as implicações da atuação das funcionárias para o bom funcionamento do sistema de alimentação escolar e o seu papel como atores efetivos em atividades pedagógicas/nutricionais em datas festivas como a Páscoa.


As estagiárias de nutrição Amanda Banhos Gomes, Thalia Teixeira do Nascimento Gomes e Daniele Batista da Silva, supervisionadas pelo nutricionista Alexandre Rodrigues Lobo, desenvolveram um “bolo funcional” para que as funcionárias reproduzissem a preparação nas escolas, na véspera da Páscoa. No final de cada turma, houve degustação e aprovação sensorial por todos os participantes.

 
 
Funcionários da Educação passam por capacitação sobre alimentação escolar Imprimir

0031_formaao_educaaoQuarenta e oito auxiliares de serviços gerais lotadas na secretaria municipal de Educação de Piraí do Sul participam nesta quarta-feira de oficinas que foram preparadas pelo Núcleo de Alimentação Escolar, setor integrado ao departamento administrativo da secretaria, com o objetivo de orientá-las sobre alternativas de preparo da merenda escolar, sobre ações que resultem na diminuição do desperdício no preparo da alimentação e ainda sobre práticas de qualidade e higiene na manipulação dos alimentos.

Segundo o nutricionista Alexandre Rodrigues Lobo, responsável pela iniciativa, a ideia surgiu para conscientizar as funcionárias sobre sua importância dentro não apenas do contexto educacional, mas também dentro da própria área de saúde.

“Além de ofertarmos técnicas de melhor aproveitamento e de higiene no manuseio dos alimentos, oportunizamos essas capacitações para que cada uma das funcionárias saia daqui hoje compreendendo a importância do seu papel no sistema da alimentação escolar, como agentes diretas na promoção de saúde para as crianças”, disse.


Oficinas

A primeira capacitação, realizada na parte da manhã, foi conduzida pelo palestrante Aubrey Porto, com o tema: “Aproveitamento de alimentos na merenda escolar: preparações e cardápios”.

No segundo encontro do dia, as funcionárias receberam a visita da profissional do Serviço de Vigilância em Saúde, Jocimara Luzia Tambosi, que falou sobre os “Aspectos higiênico-sanitários no preparo de alimentos da merenda escolar”.


Trabalho com diretores e pedagogos

Enquanto as funcionárias passavam pelas formações, a equipe do Núcleo de Alimentação Escolar da secretaria municipal de Educação entrevistou todas as diretoras e pedagogas das escolas e centros municipais de Educação Infantil da rede municipal.

Os depoimentos, que foram gravados, servirão como base para um projeto que será enviado pelo NAE ao Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa, pelo qual será indicada a inclusão da educação alimentar e nutricional nos planos pedagógicos das escolas.


Próximo passo

Depois de encerrada essa primeira fase, os professores da rede municipal passarão por capacitação que os orientará sobre a importância da alimentação e nutrição no contexto educacional.

 
   
AEPS passa a atender na prefeitura municipal Imprimir

0008_aeps_atendimento 2A partir dessa segunda-feira, 16, a Associação dos Estudantes de Piraí do Sul – AEPS, passa a atender seus associados e a comunidade em geral no Paço Municipal Ramis Gabriel Cury, todos os dias, entre 9 e 11 horas, no período da manhã, e das 14 às 16 horas durante a tarde.

A mudança da sede anterior, que antes funcionava no terceiro andar do antigo Gralha Azul, para a prefeitura, foi uma sugestão do prefeito Marcio Flavio da Silva.

“Além de passar para um ponto mais central, com a vinda da Associação de Estudantes para a prefeitura os usuários ganharão em acessibilidade e a diretoria da entidade passará a contar com melhor estrutura. Disponibilizaremos telefone, computador, impressora, scanner e fotocopiadora, equipamentos que sem dúvida facilitarão o trabalho dos diretores da associação que, é importante dizer, é voluntário”, destaca o prefeito.

Para o presidente da AEPS, Carlos Henrique Pereira Gefuni, a medida agilizará a atuação da associação. “Além da acessibilidade, é muito importante destacar que aqui contaremos com uma estrutura que contribuirá para agilizar os serviços prestados pela AEPS. Agora podemos elaborar os termos necessários e disponibilizá-los diretamente aos associados, imprimir relatórios, realizar contatos telefônicos, enfim, agilizar todo processo de cadastro e de controle que temos”, disse Gefuni.
 
 
Creche abre em sistema de plantão a partir de segunda-feira Imprimir

0007_creche_plantaoO Centro Municipal de Educação Infantil Professora Cacilda Born Alves funcionará a partir da próxima segunda-feira, 16, em regime de plantão, para atender as famílias de alunos já matriculados em 2016 e que comprovaram a necessidade de enviar seus filhos para a unidade de ensino.

Para o atendimento das cerca de 60 crianças inscritas, o prefeito Marcio Flavio da Silva autorizou a contratação de 8 professores através do Processo Seletivo Simplificado (PSS) realizado em dezembro do ano passado.

“Minha intenção era ter reaberto a creche antes dessa data, no entanto, não pudemos fazer isso porque existem prazos a serem cumpridos entre a convocação dos candidatos aprovados no PSS e a sua efetiva contratação. Para vocês terem ideia, somente para a apresentação da documentação dos professores tivemos de obedecer ao prazo legal de 5 dias úteis, o isso acabou frustrando nosso pensamento inicial”, ponderou.

“Mesmo assim conseguimos reabrir o espaço que será fundamental para os pais e mães que não tem com quem deixar os seus filhos nos períodos de férias e recessos escolares. Agora que as coisas engrenaram, em julho e nos meses de dezembro e janeiro a prefeitura poderá abrir a creche sem problema algum, lembrando que isso acontecerá sempre com professores contratados pelo PSS e não os efetivos, estes que, por sua vez, tem direito garantido de usufruírem dos recessos e férias previstos no calendário escolar”, finalizou Marcio.

 
   

Página 1 de 2

<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>