Piraí do Sul tem vacina suficiente para enfrentar a febre amarela


A prevenção é o melhor remédio contra o vírus da Febre Amarela. Se você não tomou a vacina procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa e faça a vacinação.

A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos.

As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias.
Piraí do Sul, iniciou a imunização da população contra a febre amarela em 2018, isso ocorreu por questões estratégicas uma vez que o município faz divisa com o município de Doutor Ulisses, que é divisa com o Estado de São Paulo na região do Vale do Ribeira onde teve vários casos da doença. Com a ação a Secretaria de Saúde de Piraí do Sul conseguiu imunizar cerca de 80% da população.
Agora em uma nova ação a Secretaria de Saúde, recomenda que as pessoas que não tomaram a vacina na campanha de 2018, procurem a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para serem imunizadas. Só é necessária uma dose da vacina para estar protegido por toda vida, porém a imunidade inicia somente 10 dias após a vacina. A Secretaria reforça que o macaco não transmite a doença. A febre amarela é transmitida pelo mosquito contaminado com o vírus.
No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus e do gênero Sabethes. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti (o mesmo da dengue), podendo o Aedes albopictus também transmitir os vírus.
O secretário de Saúde de Piraí do Sul, Júlio Sandrini, destaca que existe vacina suficiente nas UBS para atender a comunidade. “Deixamos o apelo para as pessoas que ainda não tomaram a vacina para que façam, o quanto antes. Em municípios vizinhos foram encontrados macacos mortos pela doença e esse é um sinal muito importante de que o virus está próximo. Reforçamos que a prevenção é sempre o melhor remédio.”, orienta o secretário.
As salas de vacina das UBS funcionam das 8h30 às 11h e das 13h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira e possuem estoque suficiente para atender a demanda. Lembrando que as vacinas estão disponíveis para as pessoas de 9 meses a 59 anos. Idosos e gestantes podem receber a vacina após avaliação médica. Outra recomendação importante é o uso de repelente, mangas longas e calças compridas para quem está perto de matas, rios, parques ou áreas de reserva, e para quem vai se deslocar para estas regiões onde existe o foco do vírus.