Piraí do Sul reinaugura a Casa Lar “Alba de Oliveira Vargas”


O antigo imóvel do CRAS foi todo reformado e modelado para se tornar a Casa Lar Alba de Oliveira Vargas. O local conta com novos móveis, quartos, banheiros adaptados, parque de diversão, entre outros espaços.

A Prefeitura de Piraí do Sul inaugurou em um novo espaço a Casa Lar Alba de Oliveira Vargas que fica na Vila Paraná, onde funcionava o antigo CRAS Maria Candida Fanchin Abrão. O local conta com móveis novos, quartos, banheiros adaptados, parque de diversão, entre outros espaços.

A Casa Lar tem o objetivo de acolher e garantir proteção integral à criança e adolescente em situação de risco pessoal, social e de abandono, entre as idades de 0 a 17 anos e onze meses e funciona de maneira ininterrupta, 24 horas diárias.

O prefeito José Carlos Sandrini, destacou que reinauguração da Casa Lar acontece, porque o antigo local não podia atender as necessidades e objetivos de um lar. “Uma Casa Lar tem como objetivo ser um local de atenção e carinho, mesmo que de maneira transitória. Nossa intensão é entregar um imóvel mais humanizado, descente, familiar, para que nossas crianças e adolescentes possam se sentir realmente em casa. A nova estrutura foi pensada para atender todas as necessidades de uma família para que ocorra todo o desenvolvimento psicossocial de uma pessoa. Atendendo a todas as premissas do Estatuto da Criança e do Adolescente, especialmente no que diz respeito ao fortalecimento dos vínculos familiares e sociais.”, revela o prefeito.

A juíza da Comarca de Piraí do Sul, Leila Aparecida Montilha, frisou que o ideal era não termos abrigos, casa lar entre outras instituições e que as crianças nunca fossem expostas em situação de risco ou violência. “Porém, nossa realidade é outra e existem muitas situações de abandono e negligência, por isso precisamos de um local que ofereça conforto, apoio, segurança e mais do que isso, amor. Pois, como já foi dito, estás crianças chegam aqui traumatizadas, fragilizadas e precisam de alguém que as ajudem a recomeçar uma outra vida.”, refletiu a juíza. Ela parabenizou o executivo por ter se empenhado para tornar realidade uma nova casa com todo o conforto que um lar precisa ter.

O promotor de justiça Antônio Basso Filho, destacou que todos tem a obrigação em proteger e cuidar das crianças e adolescentes, principalmente quando estes estiverem fragilizados. Na oportunidade agradeceu o empenho das pessoas e do poder público, para conseguirem um novo imóvel para a Casa Lar. “O estatuto determina que os cuidados e a observância é um dever de todos e vejo com muita satisfação a inauguração desta casa. Que também tem uma feição de lar, onde as crianças e adolescentes possam encontrar carinho e orientação.”, descreve o promotor.

A mãe social e responsável pelo Casa Lar, Vilmara Ferraz Prestes, salientou que ficou feliz com a nova estrutura e que o trabalho realizado pela casa é importante na vida das crianças e adolescentes que passam pelo local. “Estou feliz com mais esta conquista da gestão,  pois é um trabalho de todos nós. Outro dia falando com o promotor ele nos desatacou que estas crianças e adolescentes são filhos de todos nós, são filhos do município. Absorvemos as palavras, tanto que e as mães sociais ficam 12 horas por dia convivendo com crianças orientando-as e dando-lhes carinho.”, revela Vilmara Prestes.


Categorias: Assistência Social,