Crianças do CMEI Cacilda assistem a teatro sobre Saúde Bucal


Atividade faz parte do Programa Saúde na Escola e visa integração e melhoria na qualidade de vida

A equipe da Unidade Básica de Saúde Dr.Jorge realizou, nesta quarta-feira, 8 de maio, uma ação sobre saúde bucal para as crianças do CMEI Professora Cacilda Borns Alves. A atividade faz parte do Programa Saúde na Escola – PSE e visa a integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população brasileira.

O tema Saúde Bucal foi trabalhado através de um teatro organizado pela cirurgiã dentista da UBS, Fredericka Strickert e outras cinco agentes comunitárias de saúde, Sheila Monteiro, Lilian Felix, Jaciara Bueno, Joslei da Silva, Marcia Nagão e Priscila Lima.

De acordo com a diretora do CMEI, Marcia Moreira, as turmas escolhidas têm entre 3 e 5 anos. “A ideia é que os temas desse projeto também sejam trabalhados com os pais já que as crianças são pequenas e os responsáveis precisam ouvir para que realmente tenha o efeito esperado.”, disse.

Segundo a cirurgiã dentista do município, Fredericka Strickert, a importância desse projeto é a parte preventiva e, também a proximidade do profissional com as crianças que tem medo de ir ao médico e com isso é possível evitar problemas futuros. “Fazemos esse trabalho há um bom tempo e notamos que o nível de rejeição da criança ao atendimento é mínimo.”, disse.

A ação deve ser realizada em outras escolas e CMEIS do município com o apoio das Unidades Básicas de Saúde e

variam nos temas abordados.

Para o Secretário Municipal de Saúde, Julio Sandrini, “as atividades de educação e saúde do PSE ocorrem nos territórios definidos segundo a área de abrangência da Estratégia Saúde da Família – ESF, tornando possível o exercício de criação de núcleos e ligações entre os equipamentos públicos da saúde e da educação.”

“Mais do que uma estratégia de integração das políticas setoriais, o PSE se propõe a ser um novo desenho da política de educação e saúde já que permite a progressiva ampliação das ações executadas pelos sistemas de saúde e educação com vistas à atenção integral à saúde de crianças e adolescentes”, finalizou o secretário.

No PSE a criação dos Territórios locais é elaborada a partir das estratégias firmadas entre a escola, a partir de seu projeto político-pedagógico e a unidade básica de saúde. O planejamento destas ações do PSE considera: o contexto escolar e social, o diagnóstico local em saúde do escolar e a capacidade operativa em saúde do escolar.

 

 


Categorias: Educação, Saúde,