Acontece neste sábado o Dia D da campanha de Vacinação contra a gripe


Tomar a vacina anualmente é extremamente importante, porque a gripe pode ter consequências sérias, como pneumonia e infarto. Para ter uma ideia, ela mata mais de 650 mil pessoas todos os anos segundo a Organização Mundial de Saúde

Neste sábado, 04 de maio, acontece o Dia D da Campanha de Vacinação contra a gripe de 2019. As Unidades Básicas de Saúde do município funcionarão nesta data, excepcionalmente, para vacinar a população.

O objetivo da campanha é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções, causadas pelo vírus da influenza na população alvo. O Secretário Municipal de Saúde, Júlio Sandrini, esclarece que “todos os anos, as vacinas têm a sua composição atualizada baseado nas mutações constantes do vírus influenza e nos subtipos com maior probabilidade de circular pelo país nos próximos meses”.

De acordo com o Ministério Municipal de Saúde até o dia 30 de abril, das 59,5 milhões de pessoas que compõe o público alvo da campanha, 21% foi imunizado.

Esse ano, a vacina trivalente ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para grupos específicos protegerá contra os vírus H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Victoria.

O Secretário destaca ainda que “tomar a vacina anualmente é extremamente importante, porque a gripe pode ter consequências sérias, como pneumonia e infarto. Para ter uma ideia, ela mata mais de 650 mil pessoas todos os anos segundo a Organização Mundial de Saúde.”, esclarece Júlio.

Fazem parte do grupo prioritário:

  • Gestantes e puérperas
  • Crianças de 6 meses a 5 anos de idade
  • Maiores de 60 anos
  • Profissionais da saúde
  • Pessoas de qualquer idade com doenças crônicas (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias, distúrbios que comprometem a imunidade, como o câncer, e outras)
  • População indígena
  • Pessoas privadas de liberdade
  • Professores da rede pública e privada
  • Trabalhadores do sistema prisional

Relembrando que o Dia D da campanha acontece neste sábado, 04, nas Unidades Básicas de Saúde da Vila Brasilinha, Maira Milléo; Central, Marcos Milléo; Vila Dalcol, Thereza Vianna e a da Vila Paraná, Dr. Jorge. O horário de atendimento das quatro são o mesmo, durante a manhã das 08h30 min até às 16 horas.

A campanha permanece até o dia 31 de maio para os grupos prioritários e as vacinas com receitas médicas para pessoas que não entram no grupo de risco só serão administradas depois que encerrar a campanha.


Categorias: Saúde,