Mais ações do Programa Saúde na Escola são realizadas nas escolas piraienses


As escolas Pirahy e Odette receberam novamente a visita da equipe da saúde para tratar sobre assuntos como higiene corporal e doenças de eliminação.

As Unidades Básicas de Saúde continuam engajadas em levar saúde até as escolas do município através do Programa Saúde na Escola – PSE que visa a integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população.

Essas ações têm sido realizadas com frequência nas escolas municipais e muitos dos assuntos que estavam em pauta já foram trabalhados. Os dois últimos temas trabalhados foi higiene corporal e como combater os piolhos e doenças de eliminação e utilização de narguilé por jovens e adolescentes.

Os pais e alguns alunos da Escola Municipal Pirahy conversaram com a enfermeira responsável pela UBS Dr. Lalá, Jessica Moura da Silva, sobre algumas doenças de eliminação como hanseníase e asparasitose como lombrigas. “Não são questões consideradas de grande importância, mas quanto antes identificá-las, mais rápido se deve eliminá-las. Por isso optamos por convidar os pais hoje, para que possamos explicar e mostrar o cuidado com os alimentos e cuidados e se contrair a doença explicar como pode ser feito o tratamento.” Jessica aproveitou a presença dos pais e o Dia Nacional do Combate ao Fumo para falar sobre o narguilé que é prejudicial.

Foram convidados para a conversa todos os pais de todos os alunos da escola, do período da manhã e tarde. Eles também puderam esclarecer suas dúvidas.

No dia 30 de agosto a equipe de saúde da UBS Central Marcos Daniel Zanello Milléo falou com as crianças da Escola Municipal Odette Scaramella de Luca sobre higiene corporal e como combater os piolhos. Aproximadamente, 50 alunos estiveram presentes e o assunto foi abordado através de apresentação de alguns vídeos sobre como a pele se protege, por que devemos tomar banho todos os dias e sobre as bactérias comensais. A Agente Comunitária de Saúde, Pricila Cardoso, também tratou do assunto piolho, como evitar de pegar, o que pode causar a infestação por piolhos, e como eliminá-los.

De acordo com a ACS a participação foi ótima por parte dos alunos. “A dinâmica foi bem interativa, eles participaram ativamente contando suas experiências, se já tiveram piolhos ou não e como as mães cuidavam do cabelinho deles também.”

Relembre o que é o PSE – O Programa Saúde na Escola é mais do que uma estratégia de integração das políticas setoriais, o PSE se propõe a ser um novo desenho da política de educação e saúde já que permite a progressiva ampliação das ações executadas pelos sistemas de saúde e educação com vistas à atenção integral à saúde de crianças e adolescentes.

As atividades de educação e saúde do PSE ocorrem nos territórios definidos segundo a área de abrangência da Estratégia Saúde da Família – ESF, tornando possível o exercício de criação de núcleos e ligações entre os equipamentos públicos da saúde e da educação.

O Secretário Municipal de Saúde, Julio Sandrini, reforça que o objetivo do programa é contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino. “Não temos medido esforços para viabilizar o bom desenvolvimento do Programa Saúde na Escola em nosso município, com plena convicção das grandes melhorias que isso pode trazer na qualidade de vida dessas crianças e jovens. Afinal, em se tratando de educação e saúde, a informação correta faz toda a diferença no processo saúde/doença.”

 


Categorias: Educação, Saúde,